Documento sem título
E

Glossário Ascar de termos supermercadistas

E

 

EBIT - Lucro antes dos juros, taxas e impostos. É um indicador de desempenho. Pode também ser chamado de “resultado operacional”, “RAJI”, ou "lucro operacional".

EBITDA – É a sigla em inglês para "Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization". Em português, seria "Lucro Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização".

E-commerce – Veja Comércio eletrônico.

ECR - Sigla em inglês para Efficient Consumer Response. Veja Resposta Eficiente ao Consumidor.

EDI - Sigla inglesa para troca eletrônica de dados e documentos. É um intercâmbio eletrônico das informações de negócios entre o supermercado e seus parceiros de acordo com um padrão reconhecido internacionalmente

Embalagem a vácuo - Um processo de embalagem no qual o ar é removido de um pacote antes de ser selado. Aumenta o tempo de vida do produto.

Embalagem com atmosfera modificada - Uma técnica de embalar que utiliza um fluxo de gás para reduzir o oxigénio e maximizar a vida útil de um produto. É muito utilizada com carnes vermelhas, frango, queijos fatiados entre outros.

Embalagem de fábrica – Caixa padrão do fabricante, normalmente de papelão, utilizada por ele para a remessa de seus produtos com uma quantidade pré-estabelecida.

Embalagem institucional - Embalagens maiores em lata, garrafa ou pacote de produtos alimentares, a preços mais atraentes para os transformadores como, restaurantes, bares, lanchonetes etc.

Embalagem múltipla - Um pacote com vários produtos iguais, o mesmo código de barras e preços normais ou do tipo três por R$ 1,00.

Embalagem promocional - Aquela que trás vantagens ao consumidor como dois por um, 30% a mais do produto, um brinde anexado, enfim tudo para o cliente sentir que leva algo a mais. É uma forma de vender “valor” ao cliente.

Em falta - Um produto temporariamente indisponível em uma loja para a venda, por ter sido muito vendido ou por atraso na entrega pelo fornecedor.

Em falta no deposito - Um produto pedido por uma loja, mas não enviado pelo depósito por falta no estoque. Deverá ser novamente pedido, caso a empresa não tenha sistema de envio automático em caso de falta.

Empacotador - Funcionário que ajuda a empacotar as compras de um cliente no checkout, além de poder levar as compras até o seu carro.

Empacotamento - Processo adequado de empacotar as compras do cliente em sacolas retornáveis, sacos recicláveis ou de papel.

Encerar – Aplicação de uma cera comestível em algumas frutas e legumes para ajudar a manter uma aparência fresca, brilhante e preservar a qualidade do produto.

Entrada direta na loja (ED) - Produtos entregues pelo fornecedor, diretamente em uma loja, tais como produtos lácteos, refrigerantes, cerveja, pão fresco, produtos de panificação, salgadinhos e tantos outros desnecessários de irem para uma central de distribuição. Veja Produto de depósito.

Entrega em domicílio – Serviço de entrega de uma compra na casa do cliente. Pode ser feito graciosamente pela loja ou por terceiros a um determinado preço.

Entra e sai (in and out) - São produtos comprados para uma campanha de vendas ou aproveitando uma barganha ou sazonalidade e que não fazem parte da linha regular da loja. Ao serem vendidos não serão repostos.

Equipamentos expositores - Gôndolas, prateleiras, displays, balcões frigoríficos, tudo que mobilía uma loja e é destinado à exposição de mercadorias.

Escala de revezamento - Um programa que distribui os horários de trabalho semanais para os funcionários de uma loja.

Escanear - É o uso de um leitor ótico a laser para ler o código de barras de um produto. Usado quase universalmente nos checkouts.

Escâner - Do inglês scanner é um aparelho que registra e grava eletronicamente a descrição e o preço de venda de um produto através da leitura, com um laser, de seu código de barras (UPC). Veja Código de barras.

Escritório central – É a sede de uma empresa, de onde emanam as decisões maiores. Os departamentos corporativos de contabilidade, contas a pagar, recursos humanos, compras, de apoio entre outros, estão lá centralizados no escritório.

E.S.M. - European Supermarket Magazine – Revista irlandesa voltada para todo o mercado alimentício europeu.

Espaço de gôndola - A área de exposição em uma gôndola destinada a uma categoria de produtos ou a um produto dentro dessa categoria.

Estoque – Toda a mercadoria armazenada e exposta em uma loja ou um centro de distribuição.

Estoque correto - A quantidade e mix de produtos correta que um varejista precisa ter para atender o seu volume de vendas e as características de seu público alvo.

Estoque máximo – É a quantidade máxima de um produto que uma loja pode ter no seu estoque.

Estoque mínimo – Representa a quantidade mí- nima de determinado produto que uma loja deve ter enquanto aguarda a chegada do novo pedido. É um estoque de segurança.

Estoque de retaguarda - Produtos armazenados no deposito e nas câmaras da loja com volume suficiente para reabastecer a área de venda até a próxima entrega. Também conhecido como estoque de segurança.

Estoque do depósito - A quantidade de um item disponível no centro de distribuição.

Estoque normal – Estoque necessário e suficiente para manter a loja em condições normais de venda.

Estoque projetado - Uma estimativa do estoque futuro considerando o último inventário físico, todas as entradas e pedidos de mercadorias do período e as vendas realizadas no mesmo período. Os cálculos podem ser feitos a preços de custo e venda.

Etiqueta antifurto - Sistema eletrônico de prevenção de perdas que, ao se comunicar com antenas por radio frequência, sistema acústico ou magnético, informa na saída da loja, quando um produto não foi pago no caixa, e, portanto não foi desativado. Usado em itens mais caros, de maior valor agregado e aqueles com mais probabilidade de serem furtados. Veja PAR.

Etiqueta de prateleira - Uma etiqueta eletrônica ou não, colocada a frente da exposição de um produto na prateleira, com o seu código, nome e preço de venda.

Etiqueta de preço - Etiqueta utilizada para precificar qualquer tipo de produto em qualquer loja de varejo. Veja Etiqueta de prateleira.

Etiqueta descritiva - Uma etiqueta indicando o nome do produto, o preço por quilo, o preço total, a data de validade, entre outras informações. Necessária em embalagens de perecíveis vendidos por quilo.

Etiqueta eletrônica – Pequeno display eletrônico de cristal líquido (LCD) que mostra o preço do produto na gôndola. O preço é atualizado a partir de uma central, por radio frequência simultaneamente nas caixas e gôndolas.   

Exposição em caixa - Um método de merchandising e exposição de produtos que utiliza a própria caixa na área de vendas. A parte superior dela e uma parte da frente são cortadas para a exposição e acesso aos produtos pelo consumidor. Prática comum nas Lojas de sortimento limitado.

Exposição em massa - Um amplo display de um produto exposto em grande quantidade. Usado para criar uma impressão de abundância e valor. Veja Display maciço.

Expositor adicional - Um anexo de equipamento utilizado para modificar a exposição padrão da mercadoria tornando-a mais chamativa. Quebra a monotonia da prateleira da gôndola ou outro expositor. 

Extensor - Pequena prateleira, um cesto ou mesa usado junto a um equipamento expositor permanente para aumentar o espaço de exposição de um produto. Veja Orelha.

Extensor de prateleira - Veja Orelha.